Troco ou não minha prótese por um implante dentário?

16/07/2018

Quando perdemos um ou mais dentes por algum motivo, logo aparece a dúvida: prótese ou implante dental, qual o melhor tratamento? As duas alternativas são recomendadas pelos dentistas, mas são dois procedimentos diferentes, e a colocação, higiene bucal, alimentação e demais cuidados também diferem. Para acabar com essa dúvida sobre qual tratamento escolher, vamos te explicar melhor a diferença entre os procedimentos e suas recomendações. Confira!

Quais as diferenças?

Os dois tratamentos servem ao mesmo propósito: substituir um ou mais dentes perdidos, mas de maneiras diferentes. A arte dental, ciência que cuida da reposição de tecidos bucais e dentes perdidos, a fim de restaurar e manter a forma, aparência e saúde, consiste na prótese dentária. Esta pode ser total, fixa ou sob forma de implante. O implante substitui a raiz do dente, repondo o elemento perdido. Mas ele precisa de uma prótese para completar a recuperação.

As indicações dependem da avaliação do histórico de saúde do paciente, estudo clínico e expectativa da pessoa que quer realizá-lo. Antes da cirurgia, a pessoa precisa estar com os exames médicos atualizados. Já no caso da prótese, a saúde bucal precisa estar em dia. Problemas virais agudos, periodontais e fúngicos contra-indicam a colocação da prótese, já que podem causar problemas de adaptação, assim como a perda da prótese.

Como é a higiene em cada procedimento?

A higiene também é diferente em cada procedimento: no caso da prótese, o que muda é a maneira de fazer a higiene. Conforme o modelo, exige etapas e instrumentos próprios. A prótese dentária, normalmente precisa de escovas interdentais. As fixas, incluem o uso do fio dental, além da escovação normal. Já na removível, a higiene deve ser feita isolada da boca, com uso de uma escova macia e, quando possível, com algum limpador específico.

O implante dentário, por sua vez, pode permite uma higiene  tradicional, com escovação, fio dental e enxaguante. Além disso, requer uma avaliação pelo menos semestral para uma manutenção da limpeza, sem falar – é claro – da escovação normal. Dessa forma, manter o bom resultado do tratamento fica mais fácil, além de proteger sua boca das doenças provocadas por aumento de placa bacteriana.

Posso me alimentar normalmente com a prótese ou o implante?

Nos dois casos, a alimentação comum pode ser mantida. Ainda assim, o cuidado com alimentos crocantes, com corantes ou muito ácido se faz necessário. Para quem usa prótese total, é importante evitar alimentos pegajosos e grudentos, porque podem deslocar a prótese verticalmente.

Se você ainda ficou com dúvidas sobre qual tratamento é o melhor, deixe seu comentário.

Quer realizar algum dos dois procedimentos? Deixe seu contato nos comentários, para que nossa equipe possa entrar em contato e marcar sua avaliação gratuita na data e horário mais cômodos para você! O IBIO conta com excelente atendimento! Oferecemos bem mais do que apenas tratamentos odontológicos: promovemos melhorias completas na saúde bucal. Isso porque entendemos que um sorriso bonito é importante para a saúde e auto estima. Nossos profissionais oferecem atendimento em diversas áreas odontológicas, para seu conforto e tranquilidade. Escolher  a Clínica Odontológica IBIO em Curitiba é escolher sorrir!

alimentação ácida
atm
bichectomia
botox
buchecha
cirurgia
clareamento dental
clínica de estética
clínica odontologica
cuidados na alimentação
dentição
dentista
dicas
enxerto ósseo
estética
estética buchecha
estética corporal
estética dental
extração de siso
gengiva
idosos
implante dentario
lipo
odontologia
onde fazer implante dentario
ortodontia
osseointegração
papada
pós-operatório
prótese dentária
prótese fixa
prótese móvel
reuperação
saúde
saúde bucal
siso
tratamento de canal
valor implante dentario

Compartilhe esse artigo