E esse sangramento na minha gengiva?

23/07/2018

Nosso corpo funciona como uma máquina. Se alguma peça apresentar alguma avaria, pode afetar o funcionamento de outras áreas e  organismo tentará avisar. O aviso pode se apresentar de diversos modos, sendo que um deles é o sangramento da gengiva. Por isso mesmo é importante estar atento ao seu organismo.

A causa é o jeito da escovação?

É normal relacionar essa complicação à higiene bucal mal feita. Mas o sangramento pode indicar problemas bem mais sérios do que isso. Esse sintoma pode indicar deficiência em outras partes do organismo. Confira as prováveis causas do problema e preste mais atenção aos sinais do seu corpo.

Primeiramente, durante a escovação é possível notar o sangramento. Dessa forma, pode ser que isso seja efeito de pequenos danos causados pela escova ou mesmo pelo fio dental. Entretanto, se esse sangramento persistir mesmo depois da higiene bucal, pode ser que seu organismo esteja dando um aviso. Esse sintoma pode ser indicativo de carência de vitamina K, leucemia, alterações hormonais, diabetes, queda de resistência ou mesmo desordem hemorrágica.

O sangramento pode causar doenças graves?

Representando mais do que um mero incômodo, esses pequenos ferimentos são convites para microrganismos perigosos, que podem alcançar a corrente sanguínea e acentuar doenças cardíacas ou respiratórias crônicas. Então, ao notar esse sintoma, o ideal é ficar atento e procurar ajuda de um profissional.

É comum que algumas pessoas não deem importância ao sangramento. Algumas até mesmo convivem com o problema por anos sem saber que esse pode ser um sinal de que algo não vai bem em seu organismo. Como os sintomas parecem inofensivos, geralmente os pacientes negligenciam o tratamento. Porém, agindo assim, correm o risco de procurar ajuda quando é tarde demais. Existe o perigo de o problema progredir para uma periodontite, que pode causar a perda dos dentes!

Como tratar o sangramento?

Se sua gengiva sangra, é fundamental que ela seja avaliada por um dentista. Isso porque  complicações nessa área podem indicar não apenas o comprometimento dos dentes, como também doenças bem mais sérias. Inclusive, segundo algumas estimativas, cerca de 18% dos partos prematuros poderiam ser evitados se as mães tivessem tratado a tempo qualquer doença gengival corretamente.

Por fim, lembre-se, uma gengiva saudável tem aparência rosada e precisa estar bem “colada” aos dentes. Se a sua não apresentar essas características, procure um dentista e descubra se está tudo bem.

Venha até o IBIO conversar com um de nossos especialistas. Deixando seu telefone nos comentários, nossa equipe entrará em contato para agendar uma avaliação gratuita no melhor dia e horário para você!

alimentação ácida
atm
bichectomia
bochecha
botox
cirurgia
clareamento dental
clareamento dental caseiro
clínica de estética
clínica odontologica
cuidados na alimentação
dentição
dentista
dicas
enxerto ósseo
estética
estética buchecha
estética corporal
estética dental
estomatologia
extração de siso
facetas de porcelana
gengiva
idosos
implante dental
implante dentario
lentes de contato dental
lipo
odontologia
onde fazer implante dentario
ortodontia
osseointegração
papada
pós-operatório
Proteção aos dentes
prótese dentária
prótese fixa
prótese móvel
reuperação
saúde
saúde bucal
siso
tratamento de canal
valor implante dentario